quarta-feira, 28 de setembro de 2016

COMUNIDADE SEGREGADA Pesquisa: José Carlos Fagundes - Barra Velha/SC

Sede do segundo distrito do município de Araquari tem duas igrejas. Tinhas três. Uma seria suficiente. Duas igrejas- duas comunidades. Não por tamanho, por população, mas por divisão ou diferenciação de cor. Uma, a do Sagrado Coração de Jesus dos brancos, mais descuidada, embora bonita por dentro, mas sem janela nenhuma. É de alvenaria, mas muito umedecida e pouco freqüentada, porque é geograficamente deslocalizada e falta de verdadeira fé.
Uma religião de herança... Um botequim pequeníssimo e paupérrimo. Dinheiro não há. Terreno sem escritura. Objetos de culto estaca-zero.  Quando expus a situação houve muita revolta porque diziam que o padre era só a favor dos pretos que cuidam da igreja Nossa Senhora do Rosário, que está  um pouco melhor. Mesmo assim unindo as duas resultaria talvez uma igreja mais ou menos em ordem. Há mais freqüência na igreja nossa senhora do Rosário, mas em ambas há divisão para cada cor. Consegui perceber que boa parte do povo não se sente bem na igreja da outra cor, sente-se em casa alheia, não há colaboração de uma para com a outra.
Ambas tratam bem o padre (para dar mostras de que tudo está bem) Mas falta o amor cristão. Falta a caridade. Falta o Evangelho. Eu sinceramente acredito nisto e isto atribuo a duplicidade de igrejas nas cem família que por lá residem, a Igreja Nossa Senhora do Rosário possui dois salões para dançar nos dias de festas. Um é reservado aos brancos, o outro aos pretos e não pode haver mistura. Deixa-se o lugar bom dos dois salões com cozinha, para preparar as festas em cozinha particular, onde boa parte da comida se some e as festas não rendem o que devem render.
Eu sinceramente creio que se devam unificar as duas igrejas. Enquanto perdurar a situação atual não acredito em melhora em religião, em caridade, em Itapocu. Com poucas exceções há egoísmo e racismo. Minha impressão é que nunca se deveria ter permitido oficialmente a divisão, o que de fato o Exmo. Sr bispo condena totalmente. Para que a religião e a história não nos condenem devemos mudar, o que não será fácil. Graças a Deus há vozes que se levantam dando apoio a unificação. Parece ser necessária uma terceira igreja neutra ou verdadeira, deixando as duas existentes jogadas as ruínas. A causa é de Deus, por isso há de vingar. 

Quando assumiu a igreja do “Bom Jesus” de Araquari em 1961, o padre Aníbal Círico empreendeu uma viagem para conhecer de perto a situação das capelas que faziam parte da respectiva paróquia. Além dos problemas estruturais da igreja do “Sagrado Coração de Jesus”, dos brancos e da igreja de “Nossa Senhora do Rosário”, dos negros, o padre percebeu a segregação racial que imperava na comunidade do Itapocu. Aníbal Círico que se posicionava contra o preconceito e o racismo sugere a unificação das irmandades, com a construção de uma terceira igreja. O relatório sobre a situação das igrejas da paróquia do Bom Jesus em 1961, esta registrado no livro do Tombo do município de Araquari.  

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

RESULTADOS DO TRABALHO COM O RESPEITO AS DIFERENÇAS

video


A diretoria do Fórum Macrorregional Educação e Diversidade Etnicorracial convoca para 6ª reunião ordinária de 2016 que acontecerá conforme segue:

  
6ª REUNIÃO ORDINÁRIA DO FÓRUM MACRORREGIONAL EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE ÉTNICORRACIAL
Dia
21 de setembro de 2016 (quarta-feira)
Horário
9h00min às 11h30min
Local
JARAGUÁ DO SUL
Amvali – Associação dos Municípios do Vale do Itapocu
EndereçoR. Artur Gumz, 88 - Vila Nova, Jaraguá do Sul - SC, 89259-340   -   Telefone(47) 3370-7933

Pauta
1.    Palestra sobre Cotas com a Dra. FLAVIA HELENA DE LIMA
2.    Demais assuntos de interesse do Fomede.

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

ATIVIDADE PEDAGÓGICA PARA O CUMPRIMENTO DAS LEIS 10.639 E 11.645

Trabalho realizado em setembro de 2016 na Rede Municipal de Ensino em Barra Velha/SC para o cumprimento das leis 10.639 e a 11.645. 

Integração com o povo Guarani das aldeias Piraí e Tarumã (Araquari/SC) junto aos estudantes
Os Guaranis apresentaram suas danças sua história e seu artesanato! 








DIFERENÇAS

video